Ser Microempreendedor tem suas vantagens

Se tornar um MEI ou Microempreendedor Individual tem suas vantagens, mas também vem com requerimentos e deveres, então vem em mente a pergunta: devo me tornar um MEI?

O MEI é um programa para microempreendedores que trabalham de forma autônoma, faturam no máximo R$ 81.000 ao ano e têm no máximo 1 empregado recebendo salário-mínimo ou salário piso.

Veja as vantagens e as obrigações de ser MEI

Oferece vantagens que normalmente não seriam possíveis trabalhando independentemente como: auxílio maternidade, licença remunerada em caso de doenças ou outras condições médicas e cobertura da previdência social.

Sendo um MEI você também recebe um número de CNPJ para fazer empréstimos e abrir contas para seu negócio que possibilita menores juros e diminui a burocracia. Além disso, o seu negócio se torna capaz de emitir notas fiscais, dando ao seu negócio um ar mais profissional e abrindo as portas para aqueles que não fazem uma compra se não tiver nota.

Para se manter no programa é preciso fazer uma declaração anual de todo seu lucro bruto no ano anterior e apresentá-la pelo simples nacional até o final de maio.

É preciso pagar o simples nacional com valor que varia entre R$ 56 e R$ 61 por mês dependendo do tipo de comércio, mas você fica isento de outros tributos federais como o imposto de renda.

            O MEI é talvez mais situacional do que você imaginava, os benefícios são excelentes, mas a porcentagem de empreendedores que se aplicam ao programa é pequena, o limite de apenas 1 funcionário é especialmente limitante, e por isso talvez o nome microempreendedor não seja apropriado pois até minis empreendedores costumam ter mais que um funcionário.

            Em resumo, o programa de microempreendedores individuais tem ótimas vantagens com apenas algumas responsabilidades em troca, mas é preciso saber se você se encaixa nas especificações e se não se encaixar não limite o crescimento de sua empresa só para entrar no programa.