Empreender é o sonho de muita gente. Ter o próprio negócio e construir uma marca é uma realização para muitos. Apesar disso, são poucos os que se embrenham por esse caminho, e menos ainda os que conseguem ter êxito, mas uma coisa que poucos sabem é que o sucesso pode estar associado nas primeiras decisões, no momento da abertura. Para isso é necessário ter o conhecimento de algumas informações que serão imprescindíveis para se saber como resolver a parte burocrática para abrir uma empresa, e é sobre elas que trataremos nesse post.

Qual o passo a passo para se abrir uma empresa?

Primeiro é necessário ter bem definido qual o tipo de negócio, produtos que serão vendidos, possíveis clientes e fornecedores, endereço, sócios, estimativa de faturamento, dentre outros.

Com base nessas informações se analisa qual o melhor tipo jurídico e o porte que deverá se enquadrar a empresa; se o ramo de atuação será o comercial, industrial ou de serviços; bem como em quais órgãos é necessário cadastramento.

Esses dados são também importantes pois ajudam a definir qual o enquadramento tributário em que a empresa estará submetida.

A partir desse ponto que o empresário deve estar pronto para resolver a parte burocrática para abrir uma empresa.

Saiba quais os tipos de empresas existentes

Existe uma grande variedade de tipos empresariais que podem ser abertos.

Cada um deles possuem especificidades que ora tornam a adesão impeditiva, ora não vantajosas, principalmente em matéria tributária.

Essas diferenças podem se dar devido à faixa de faturamento ou a finalidade do empreendimento.

São exemplo de alguns tipos de empresas que atualmente podem ser abertas no Brasil:

  • Microempresário Individual (MEI);
  • Sociedade Limitada;
  • Sociedade Anônima;
  • Empresário Individual;
  • Empresário Individual de Sociedade Limitada;
  • Cooperativa;
  • Sociedade em Comandita Simples;
  • Sociedade em Comandita por Ações.

A natureza jurídica, em alguns casos, está relacionada com o porte da empresa, pois muitas vezes a legislação estabelece ou veta a possibilidade de enquadramento em um tipo jurídico de acordo com o porte do estabelecimento, e vice-versa.

Diferença entre o tipo jurídico e o porte da empresa

Ao se tratar de abertura de empresas é necessário não confundir o tipo jurídico (ou natureza jurídica) com o porte da empresa.

O primeiro diz respeito à forma como ela será encarada diante da fiscalização, quando no exercício de suas atividades, acrescido das informações presentes no cadastro junto às repartições públicas.

Já o porte da empresa se dá de acordo a critérios como faturamento anual (Receita Federal), número de trabalhadores (IBGE). O BNDES utiliza os seguintes limites:

  • Microempresa – faturamento anual de até R$ 360 mil;
  • Empresa de Pequeno Porte – faturamento anual maior que R$ 360 mil até R$ 4,8 milhões;
  • Empresa de Médio Porte – faturamento anual de maior que R$ 4,8 milhões até R$ 300 milhões;
  • Empresa de Grande Porte – faturamento anual de maior que R$ 300 milhoes.

Parte burocrática para abrir uma empresa

A importância do ramo de atividade

Estabelecer em qual ramo de atividade a empresa, também chamado de atividade econômica, irá operar (indústria, comércio ou serviço) e qual a atividade econômica que desenvolverá é fundamental, pois doravante é que se define em quais órgãos será necessário fazer o registro da empresa para que ela opere na formalidade e se definirá a estratégia de como resolver a parte burocrática para abrir uma empresa.

De forma geral, empresas que comercializam mercadorias ou industriais precisam realizar seu registro na Receita Federal e Estadual, que são órgãos que fiscalizam suas atividades tributárias.

Prestadoras de serviços devem, além de fazer o cadastro nesses dois órgãos, precisam também adquirir inscrição municipal, junto a prefeitura.

Além disso elas também devem ter registro em cartório ou na Junta Comercial do estado onde está localizada.

Porém essa lista pode aumentar muito dependendo do tipo de empresa, exemplo disso são as revendedoras de combustíveis que, acrescido aos já citados, precisam também realizar registro na Agência Nacional de Petróleo e adquirir licença de órgãos ambientais, dentre outros.

Ele também pode ser decisivo na definição do enquadramento tributário, visto que alguns regimes impedem a adesão de empresas que atuam em determinadas áreas, como o Simples Nacional.

Quais os custos e tempo?

Como se observa, a abertura de uma empresa varia de acordo com aspectos como o porte, a natureza jurídica e atividade desenvolvida, o que reflete nos custos e tempo necessários à sua legalização, já que cada órgão pratica prazos e taxas específicas.

Dessa forma, abrir determinados tipos de empresas pode sair mais caro e demorado do que outras. Exemplo dessa diferença é o MEI, que cujo procedimento pode ser feito em qualquer lugar pela internet, em comparação ao registro de uma empresa

Como resolver a parte burocrática para abrir uma empresa?

Abrir uma empresa sozinho pode não ser uma boa ideia.

Profissionais que já trabalham na área contábil sabem sobre o funcionamento dos órgãos públicos, em quais entidades deverá realizar o registro e quais as melhores opções de enquadramento para o seu empreendimento.

Buscar a ajuda de especialistas evita desperdício de recursos, problema futuros e dá agilidade ao processo burocrático.

A Pinotti Contabilidade tem um setor de assessoria societária exclusivo para lidar com essas questões. Nossos profissionais estão aptos a fornecer soluções que resultarão na otimização do seu tempo e processos. Conosco você só precisa fornecer as informações necessárias que nós cuidamos do resto.

A abertura de empresa pode não ser tão simples quanto se parece. Faça o registro de seu negócio de forma consciente e tendo em vista os reflexos futuros que essa decisão trará. Delimite as características do negócio, conheça os conceitos relacionados ao registro e converse com profissionais com expertise e experiência nessa área com, confie nos profissionais contábeis pois essa é uma inteligente forma de como resolver a parte burocrática para abrir uma empresa.

Abra sua empresa com quem entende. Temos sempre a melhor solução para o seu negócio.